Recuperação Fiscal Levando em consideração que aproximadamente 80% das empresas pagam mais impostos do que deveriam, segundo dados da IOB, é de extrema necessidade que as empresas se atentem para possíveis creditamentos para benefícios próprios.

A JBUENO Consultores e Advogados tem expertise em devolver parte do que as empresas pagaram em seus tributos.

PRODUTOS DE RECUPERAÇÃO FISCAL:

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Consiste na recuperação de créditos de INSS, com afastamento da base de cálculo de contribuições previdenciárias referente as verbas de cunho indenizatório e benefícios.


As referidas verbas não têm cunho salarial, portanto, não devem entrar na base de cálculo daquele tributo, isto porque, de acordo com o artigo 195, inciso I da Constituição Federal/1988. Apenas verbas de cunho salarial devem entrar na base de cálculo das contribuições em comento.


Foco de atuação são empresas optantes pelo lucro real ou presumido que possuam funcionários registrados pelo sistema celetista, ou seja, que recolhem contribuição previdenciária. Para empresas do Simples Nacional somente é possível realizar a recuperação àquelas do Segmento de Vigilância, Conservação e Limpeza e Construtoras.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


O Supremo Tribunal Federal reconheceu a repercussão geral do recurso que discute a constitucionalidade da cobrança de adicional de 10% nas multas de FGTS em caso de demissão sem justa causa.


A quantia ainda tem sido paga pelos empregadores, pois é cobrada em conjunto com a multa de 40%, a qual é arrecadada pela União.

Empresas que realizaram demissões de empregados sem justa causa nos últimos anos têm direito em reaver seus pagamentos, pois estas, além das obrigações trabalhistas próprias, como salários, férias e o pagamento de 40% da multa do FGTS, também arcou, adicionalmente, com a contribuição social de 10% em relação ao FGTS.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.


Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Aliquam massa magna, scelerisque vitae nulla vitae, gravida venenatis enim. Integer interdum urna vehicula consectetur facilisis.



Entre outros.



COMPARTILHAR NAS REDES SOCIAIS: